“A morte de Jesus foi um evento único, pois ele é Deus feito carne”, lembra Billy Graham

Na época da Páscoa, muitos cristãos em todo o mundo se questionam por que a morte de Jesus é diferente de outras pessoas famosas. Em sua coluna mais recente, o evangelista Billy Graham respondeu ao questionamento de um leitor sobre o tema.

O renomado evangelista explica que há duas razões principais pelas quais a morte de Jesus era única e inigualável. A primeira tem a ver com o entendimento que o Cristo era “Deus feito carne”.

“Ao longo da história, tiranos e líderes megalomaníacos afirmaram ser divinos, mas somente Jesus Cristo realmente era Deus, tendo vindo do céu e voltado para lá”, escreveu Billy. “Ele provou isso não apenas por seus milagres, mas acima de tudo por Sua ressurreição dentre os mortos. Jesus declarou corretamente: “Eu e o Pai somos um (João 10:30).”

 

Fonte:Gospel Prime

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *